Gratidão

Tenho só agradecer pelos votos e comentários de todos que me segue é curti meu trabalho.

Quero pedi desculpas por aqueles que não tive tempo de dar a devido atenção pois as vezes me perco e muitas das vezes a correria não deixa.

Obrigado pelos que me segue e pelos que me acompanha.

Gratidão eterna.

Anderson B.

Anúncios

Paz

Está manhã degustarei meu café,
Não quero sofre está manhã,
Preciso de paz____
Passarei em minha
Biblioteca e alguns livros deixaram
[De existi por lá.

Não aguento mais estas histórias que
[conto por aí. . .
Estou farto de mentiras das quais nós
Manipular ser correto. . .
Não quero ser o dono da verdade,
Mas me ensine o certo sem praticar
[erros.

Se não pode ser perfeito me deixa
[aqui
Está manhã a conversa com minha
[xícara de café.
Não a mal nisso só estou buscando ser
[normal.

Fechem as cortinas lá fora tem cheiro de carnificina, as nuvens estão
cobertas por cinzas de
Um mundo mal resolvido.
Todos pecam, mas por favor está manhã
Não permita que me tirem a preciosa Paz.

Anderson B.

Coletivo Poético

Ela estava largado
Como se tivesse em sua casa
Desolada eu acredito que ela se encontrava. . .

O amor que ela não cultivou
                     [De si próprio. . .
Acredito ter matado aos poucos,
                                      [Enganada.

Havia uma boa parte de seus seios
                                          [De fora. . .
E uma boca faminta a usava
A buscar de alimento para vias aterias.

Me olhava com olhos de desprezo
            [Como se eu fosse parecido
Com todos os outros que a largou
Apaixonada e quente a beira da cama.

Verso: Anderson B.
Foto: Blog PacMãe

Os ricos também choram

Ao chegae em casa
Numa noite desta qualquer
Ele se inclina para beijar a
Sua amada. . .

E ele sente nojo em seus
Labios. . .
Da mesma proporção que ela
Sente náusea de seu beijo,
                              …………….Fez cara de nojo!

O pensamento,
De qualquer homem corno,
                                            . . . Ela me traiu
Na mesa,
Lagosta e caviar

Os ricos também choram
                       ……….E são traindo todo tempo
Pela moeda de troca
E por peso!

Versos: Anderson B.
Foto: Fonte do Google “It”

Fogo do céu

A labaredas subiram
Pelas mãos de um louco
Lunático. . .
Muitas crianças abraçaram
A mulher que tanto amava

Ao ceus não só subiu fumaça,
                                [Mas almas
Muitas almas de anjos se encontram
                               [Ao meio o fogaréu

Aquelas almas inocentes. . .
Foram todas para o céu!
E Deus com seu júbilo de alegria
Mandou chuva para lavar o
Mal que havia na terra.

*Em memórias das crianças e vitimas em creche Janaúba-MG

Verso: Anderson B.
Foto: Heroica, Heley de Abreu Silva Batista

O tempo. . .

                                 Os vídeos ficaram velhos
                                 As escritas não mais terá
‎                                                            [leitura. . .
Pois o tempo corrói
Tudo e todos,
Só se salva a arte e a ideia!

Estou velho para ser mesquinho
Tão pouco fui quando novo…
Eu lhe dou todos meus dons
Por um canto sossegado

Não entendo a literatura,
Mas mesmo assim eu afronto.
Estudei pouco e pouco me ajudou
Conheço muitos que louco de ler ficou

Tenho sonhos,
Muita mais pesadelos…
Este sonhos que eu tenho
Muitas das vezes tenho
‎                          [medo. . .
Sonho de vencer e ser tachato um Jesus

“Jamais”

Queira eu ser melhor
Do que aquele que morreu na Cruz!
                            [Então eu faço pouco
                            [E o pouco me convém

Me deixe aqui largado
Com ideias e artes de meu
Bem!
Anderson B.

Terça feira, 4 de julho 2017

Ao anoitecer todos se foram
E meu coração deleita em seus seios
Momentos que dedico a você,
Este pecado imperdoado
Este ser imaculado. . .

Meu coração não tem destino
Ele me leva a seus caminhos,
Sangue a sangue a pulsar ele me
Leva a seu respirar.

Neste instante eu não sou nada
Só um homem sem controle. . .
Esperando a noite dizer adeus
Dando lugar ao amanhecer. . .

E os dias possa correr trazendo
            [De volta o por do sol. . .
Que eu posso ver você chegar trazendo
                            [O presente de se deitar
E mais uma vez eu passo te admirar.

Anderson B.

Sábado, 1 de Julho 2017 

O amor ele não e o grande precursor
De proporcionar sentimentos quentes e
                     [amorosos por um outro ser. . .

“A muito tempo eu engano você”

Entre barreiras descontroladas de
Pulsações sanguínea dentro de mim
Em todos os momentos eu procura destingui o que o amor queria de mim.

Hoje percebo,
Hoje descrevo,
Hoje reflito e declaro em todo
                                          [tempo,
Eu te enganei. . .

Meus olhar fundo a compatilhar
                        [Com meu respirar
Nada disso era você,
Meu coração acelerava por prazer,
O amor por muitos anos enganou
                                                   [você,
Mas eu camuflei a paixão cegando a
                                                       [visão,
Numa forma errada de se amar.

Anderson B.

Não cutive flores cutive amo

Achei que fosse alguma data especial
Quando acordei e encontrei flores…
Dedicada para mim, eu até chorei diante daquela espelho parece que estava adivinhando que havia flores!

Mas ontem a noite nós discutimos, palavras àsperas foram dita, ele parece que se arrependeu suas palavras não foram seria.

Esta sexta feira até que me supreendeu, chegou com um pacote fechado bem bonito por sinal e tinha alguns bombons e algo que pudesse me animar, estava cabisbaixa, havia flores cheirosa para me dar…
Mas pela manhã ele me fez chora, me enforcou e com toda raiva em seu olhos eu pude percebe que acabaria o amor…
Me trouxe chocolate, coisa fina acho que se arrependeu.

Ganhei flores novamente e alguns beijos no rosto, me senti especial de fato eu confesso na nossa comemoração de namoro não chegou a este nível…
Tirando calor que eu senti pelo fato de estar de manga longa, demorei um secúlo para ir dormi a maquiagem pesada insitiu em meu rosto ficar.

E acredite as marcas de suas mãos e tapas em meu corpo ficou por algum tempo, mas acredito que não foi tão serio ele trouxe flores.

Hoje!
A hoje e meu velorio e acho que agora posso me sentir em paz, pois o pesadelo já passou, hoje ele chora em meu caixão dizendo que me amou e que eu fui embora e o deixei na solidão…
Aquela arma não era para ter disparado, mas ele jura que foi acidental.

E não e que ele se arrependeu mesmo, até flores ele trouxe para meu funeral.

Anderson B.

A despedida triufal


Eu semti aquele cheiro novamente
E me parecia que fosse a ultima vez
Eu não tive coragem de me despedir
E ali mesmo eu sentei e esperei dela vim.

Sabe o ceú escureceu de uma forma
Teneblosa e parecia que aquele momento
Era passageiro como o vento que passava
Em minha varanda trazendo o frio.

Eu senti meus dedos congelrem,
Aquela sensação foi a primeira que senti
Ao descobri a poesia…
E eu estava ali sentindo á novamente
Sem ao menos os dedos mexer…
E ela veio fria e gelada como de costume.

Cada pingos que em meu rosto eu sentia
Parecia que me levava dali…
Me entreguei e sentir pela ultima vez
A chuva em mim.

Anderson B.